RAIOS UVA E UVB

Data: 08/05/2014 | Em Exposição Solar | Imprimir

A radiação ultravioleta, conhecida como UV, faz parte de nosso dia a dia. Essa radiação é emitida pelo sol e é essencial para a existência da vida na Terra e para a conservação do calor no nosso planeta.

Embora seja fundamental para os seres vivos, a radiação ultravioleta também pode ser uma grande inimiga da vida, que só é possível graças a uma camada de gás ozônio que existe ao redor do planeta e funciona como um filtro. Por ele, passa parte boa dos raios ultravioleta e é ele que impede que a radiação ruim atinja a superfície em que vivemos. Entretanto, nas últimas décadas, a atividade humana tem lançado na atmosfera milhões de toneladas de gases e compostos químicos que têm destruído gradativamente essa camada de proteção. Sem o filtro da camada de ozônio, os raios UV atingem a Terra com mais intensidade e podem causar graves danos à  pele, como queimaduras, fotoenvelhecimento e outras doenças.

Os raios UVA

Provocam o fotoenvelhecimento da pele e estão relacionados com o desenvolvimento do melanoma,
um tipo de câncer de pele.

Os raios UVB

Estão relacionados à vermelhidão causada pela exposição ao sol e com o desenvolvimento de manchas na pele.

Outra diferença importante entre os raios UVA e UVB é o tempo de exposição. Os raios UVA atuam de maneira uniforme todos os dias, em todas as estações do ano. Os raios UVB aumentam
sua incidência durante o verão, especialmente entre as 10 e 16 horas, quando atingem sua máxima intensidade. É aconselhável, portanto, evitar a exposição ao sol ao longo desse período.

Compartilhe: